31 de ago de 2008

14.2

Não controlo aquilo que sinto.
Mas(quase sempre) controlo aquilo que faço.

Porém,vez por outra, escolho deixar que o que sinto controle o que faço.
outras vezes não escolho.

29 de ago de 2008

manhã

De manhã vi seus olhos
e no seu olhar, a manhã







*bom exemplo do que falei na postagem 30.... esse pequeno texto, eu garanto só fala a verdade. pois tenho um compromisso pessoal com esta. porém, eu não sei o que ele fala, ele fala mais do que eu falo, e mais do que posso entender que falo... sei que é verdade, mas verdade que desconheço.

27 de ago de 2008

30.2

De todas as palavras
a mais bela
é o silêncio
(o difícil é conserva-lo)

26 de ago de 2008

30

não sei por quanto tempo mais poderei escrever...
não que esteja se tornando difícil, pelo contrário, é cada vez mais fácil..
não que esteja sem idéias, idéias são muitas...

A questão é que não sei se posso confiar nas palavras.
Elas mentem.
falam por nós muito mais do que falamos por elas.
e nem sempre falam a verdade.

as palavras são cegas.

e se palavras fossem relamente confiáveis
a palavra mais bela
não seria o silêncio.

25 de ago de 2008

errata

Com meus erros aprendi que o meu maior erro foi aprender com meus erros.

Ataisa

Ataisa não é poetisa
é poesia

29

TOME!
Leve embora tudo isso...
pode levar meu coração
leve também meu medo
meu vício
minha história

leve embora até o que me resta de esperança.

Mas a minha Saudade, ainda que seja sua, é só minha.

28

não te quero mal.
nem te quero bem.
eu só te quero
tanto
que não cabe em mim mais nenhum querer
(para quem não esta aqui)

24 de ago de 2008

27

Como uma princesa
Delgada, bela e delicada.
se veste de flores
e, nobre
dá o seu perfume
está lá todos os dias
e vou ve-la
e a chamo de princesa.
mas é rainha
Pitangueira.
( minha pitangueira merece muito melhor do que isso... tentarei denovo... mas só mais tarde, por agora, vou comer pitangas)

26




.


Por uma única fresta

De um único olho...

...espiei


Já não era mais noite

Mas o dia ainda não havia raiado

e era a hora mais fria


em que a luz, que era só a esperança do sol

pintava o ar que reluzia

Azul




.

22 de ago de 2008

25

Queria ser Bem-te-vi

assim poderia dizer:



" bem te vi "



24


Me bastaria ser Pardal.

Sem uma bela plumagem, só penas marrons...

...Mas que me deixam voar.

21 de ago de 2008

23


não quero muito.
só quero tudo...

e tudo é tão pouco!


( já li isso em algum lugar?)

20 de ago de 2008

fora da caixa

deixe tombar
se entregue a gravidade
caia.
deixe que a queda machuque
não vou te segurar...
...talvez te erguer.

22


Se teu coração virar pedra...
...será gema




* não deixe endurecer tanto, senão... como poderei entrar? "

19 de ago de 2008

21.2








sinta o cheiro do ar


e será perfume.












.

21


respire.

sinta os cheiros..


o cheiro de seu corpo.
o cheiro de suas roupas.


todos os cheiros que o ar carrega.

sinta o cheiro do ar;

e será perfume.

18 de ago de 2008

20


Existe uma lenda


ou uma memória


que fala sobre um domingo feliz.




ela fala da música


ela fala do sol e da janela


ela fala do silêncio




de acordar devagar


sentir o cheiro do ar frio da manha


sentir o corpo que acompanha o teu




mas é só uma lenda


ou uma memória




uma esperança

19


quando eu caminhava


no meio da madrugada


numa rua que dormia


numa cidade que não dorme


achei que estava sozinho




até o Sabiá cantar


4:00 h






( e foi assim que o Sabiá virou meu amigo)

17 de ago de 2008

18

Que se ame todo amor. E que todo amor seja vivo e belo.
Pois o amor é só o que há em nós de eterno.



*que me conhece pode saber que eu nunca acreditei no eterno. mas eu também sempre disso que nunca iria escrever.

CITAÇÃO

certa vez, um pipoqueiro disse a mim mais uma amiga querida:

"o tempo é como o vento, o venta venta, e agente não vê o vento"

daí pensei em ser pipoqueiro.

17

queria falar sobre as palavras.
mas as palavras me fogem.

14 (e quem liga para a lineariedade?)


escolhi acreditar no cheiro do vento que vem do mar
escolhi acreditar no que o céu me diz
escolhi acreditar no que você disse
escolhi acreditar no domingo

escolhi acreditar no que me disseram para acreditar quando era uma criança e queriam que eu tivesse esperança e fé nas pessoas. que eu deveria fazer o que é certo. Falar a verdade e oferecer a outra face. Que as pessoas merecem gentileza e respeito.

escolhi acreditar na beleza do canto do sabiá.
escolhi acreditar na beleza
escolhi acreditar
escolhi




*não estou feliz com esse texto, e escolhi muito mais do que isso. de certo vou escrever mais um monte de coisas e no final escolher só uma ou duas frases, que serão o texto definitivo. pq escolhi ser simples. escolhi.

16 de ago de 2008

16


quando andando nos sonhos tropeço...
... caio na manhã.

15


Sempre:
Antes só do que mal-acompanhado

muitas vezes:
Antes só do que acompanhado

Geralmente:

15 de ago de 2008

13

As poucas coisas que vi disseram tanto.
Tão poucas coisas.
Poucas
Coisas.

14 de ago de 2008

12


Saudade

se instala.
e entala.

11


Coisas estranhas acontecem.
espontâneamente.

a Intimidade acontece.
derrepente.
acidente

coisas estranhas acontecem.
curiosamente.


A vontade acontece.
contra a nossa vontade.


coisas estranhas acontecem.
deliberadamente.








OBS. as rimas são acidentes....e o pior, acidentes "pobres"...

10

eu me esparramo
e nós nos misturamos

e não somos mais pessoas
e sim Pessoa.


- pode ser sobre o Fernando Pessoa....?

13 de ago de 2008

9


quero um cão que faça festa quando eu chego em casa.
um gato que faça companhia silenciosa de tarde
um pássaro que cante bonito de manhã
uma cigarra ecoando na noite
uma árvore sempre

RESPOSTA

Já matei peixes por acidente, desafino muito quando canto.
gosto de cães.
e de azul.

não lhe pergunto para onde vai, mas sim quando vem. e se pode responder, não importa, o que importa é que venha.

meu melhor abraço ja está espalhado.

(RESPOSTA)

11 de ago de 2008

8

que da estrada, se faça a minha casa

tomo banho no atlântico
e me seco no cerrado
almoço pacú do pantanal
mato a sede no amazonas
o sol se poe na caatinga
e adormeço na grama do pampas.

meu amigo é o sabiá

7


de tudo o que podem me chamar, o que mais me magoa é ser chamado de irresponsável. eu odeio ser chamado de irresposnsável.




mas eu fui.




"és eternamente responsável por aquele que cativa"




eu não fui.

10 de ago de 2008

6

minha mão é pesada minha mão é áspera meu pé é grosso minha barba fechada meu ombro largo meu corpo pesado meus ossos curtos tenho uma inegável barriga e um fígado mais cansado do que deveria meu cabelo é preto e cresce como grama meu coração é só meu olho é escuro e meu olhar passeia perdido de rosto em rosto sem ver nada até se encontrar com o seu.

5


eu nunca amo de leve


eu nunca amo de brincadeira


eu nunca deixo de amar.




todo amor é maior do que minha vida, e amo ainda todo amor.




mesmo que doa, que assuste...




amo ainda todo amor




meu coração mora em tantos corações...




e amo ainda, todo amor.

4

pedra grossa
movimentos circulares ritimados
20° de inclinação
pressão leve

pedra média
movimentos circulares ritimados
20° de inclinação
pressão leve

pedra fina
movimentos circulares ritimados
20° de inclinação
pressão leve

sua faca esta afiada

9 de ago de 2008

3



saudades de casa


saudades dela


saudades de tanto

saudades do cheiro

saudades de tudo
que nunca aconteceu

2



Gosto de ser simples
tão simples


quando tenho carinho, abraço


quando tenho saudades, falo


quando amo, amo


não sei jogar


não sei ler entrelinhas


não conheço a sutileza das palavras

e nem quero




gosto de ser simples

tão simples


que poucos entendem

1


intimidades

curioso como podemos dormir e acordar com alguém que não conhecemos. curioso como podemos gostar e querer alguém que não conhecemos. é ainda mais estranho e curioso, como podemos conhecer tão bem, quem não conhecemos. curioso como podemos conhecer tão bem quem não nos conhece.

ah! como eu queria que você me conhecesse!
(...de tudo o que senti com cada pessoa que ja dividi uma cama, por amor ou acaso...)